Tag: apartamento decorado

A história do apartamento

Hoje, com o apartamento mobiliado e organizado, nem parece que demorou tanto para chegarmos aqui. A história do meu apartamento começou em abril de 2012, quando eu tinha acabado de conhecer meu marido e ainda não tinha planos de casamento. Estava juntando dinheiro há um tempo e sonhava em morar sozinha, por isso estava de olho em apartamentos de um quarto.

Recebi a propaganda de um prédio novo no bairro onde eu queria morar e fui lá conhecer. O projeto era maravilhoso, mas o terreno ainda estava intacto. Nem fundação o prédio tinha. Comprei! Parecia que minha vida estava resolvida: em dois anos eu me mudaria e teria a tão sonhada vida “sozinha”. Bom, nada disso aconteceu.

Já reparei que não adianta fazer muitos planos para o futuro. A vida se desenrola de outro jeito, geralmente muito melhor do que o que estava nos meus sonhos. O assunto “casamento” começou a fazer parte das nossas conversas e um dia levei o então namorado para conhecer o prédio.

Ele, sempre muito comunicativo, começou a conversar com um pessoal da obra e descobriu que a construtora tinha uma condomínio com apartamentos maiores. Maiores e mais caros, claro. Morri de medo de assumir uma dívida maior ainda e, para completar, dividir a casa com ele! Fizemos as contas e vimos que seria impossível. Topamos mesmo assim.

Aí começou a espera. Primeiro pela festa de casamento, que veio um ano depois. Voltamos da lua-de-mel e nada do apartamento. PS: as prestações continuaram a vencer todo mês, mesmo sem a entrega das chaves.

Onze meses se passaram até que nós pudéssemos nos mudar, exatamente em 19 de março de 2016. Tenho certeza que essa espera teve um motivo, e um dia saberei qual foi. Enquanto isso, quero curtir a casinha e dividir tudo com vocês! Gravei a TAG Lar doce lar para contar um pouco mais sobre o apartamento, suas qualidades e defeitos.

Ah, vou colocar também a planta baixa do apê para dar uma ideia melhor!

apartamento

apartamento

Beijos!!

Iluminação (quase) pronta do apartamento!

Hoje cedo passei no apartamento para adiantar algumas coisas e vi que a iluminação está quase toda pronta! Todos os spots foram instalados e já estão funcionando. O pendente do quarto ficou LINDO. Só falta mesmo o pendente da sala, que ainda não encontramos. Tirei algumas fotos para registrar os passos da arrumação do apartamento e quero dividir com vocês como escolhi os itens de iluminação de cada cômodo.

IMG_4103

Começando pela sala, que recebeu seis spots quadrados. Comprei o modelo quadrado simples, um dos mais baratos da loja (R$ 18,90 cada). Fiquei um pouco limitada na escolha dos modelos porque o gesso da casa toda tem só 8cm de profundidade, como expliquei em outro post sobre iluminação. A ideia inicial era usar lâmpadas de LED “bolinha”, mas acabamos usando só dicróicas por conta do gesso.

Temos um spot na varanda, três na área do sofá, três na área da mesa de jantar e um no micro corredor. Esse buraco extra que aparece na foto ainda vai ser coberto. Todas as lâmpadas são iguais: marca Brilla, modelo dicroica, potência 3,5W. Cada uma custou R$ 17,90. Não sai barato quando você soma todos os spots e lâmpadas, mas acredito que a economia de energia compense. E essas lâmpadas duram uma eternidade, não tem aquele troca-troca das antigas incandescentes.

Ah, e não se assustem com o modelo dicróica! Eu tinha pavor daquelas dicróicas que esquentavam horrores e iluminavam pouco, mas essas de LED são mais modernas 🙂

IMG_4118

Detalhe da varanda, que ganhou só um spot de 3W.

IMG_4109

Na cozinha usei duas placas de LED de 18W. Nesse caso, a luminária e a lâmpada são uma coisa só (não tem como abrir essa caixinha, sabe?). Optei por essas placas porque elas são muito fininhas, acho que chegam a 2cm de profundidade. Perfeito para apartamentos com forro baixo. Cada uma custou R$ 60.

E sim, as luzes da cozinha são neutras/amarelas 🙂 Não curto luz branca, preferi comprar só modelos neutros, com um pé no amarelo.

IMG_4115

Os dois banheiros ficaram praticamente iguais. Usei uma placa de LED 18W no centro e dois spots com lâmpadas de 3,5W perto do espelho. Esqueci de tirar foto da área da pia para mostrar os spots :/ O chuveiro eletrônico é da marca Hydra, modelo Quadratta. O legal dele é que tem um visor digital indicando a temperatura da água, então você pode regular com mais exatidão. Ainda não usei, mas depois volto com uma avaliação completa dele.

Ah, e a janela é totalmente torta mesmo… ¬¬

IMG_4116

Não pensamos muito no segundo quarto, então ele ganhou dois spots de 6W só para não ficar no escuro, heheheh.

E agora, meu pendente queridinho: o da suíte <3

iluminação

Simples e prático, adorei! Vamos descer esse fio mais um tanto quando a cama chegar. Minha ideia é ter uma luz auxiliar, como se fosse um abajur. Uma das minhas ideias para manter o apartamento organizado é ter o mínimo de superfícies horizontais que possam juntar tralha. A proposta para o quarto foi tirar o criado-mudo e usar um pendente. Estou bolando uma ideia para ter algum apoio perto da cama, logo devo colocá-la em prática 🙂

Coloquei dois spots de 6W perto do armário e um de 3W nos pés da cama, mas esqueci de tirar foto 🙂

Fiquei muito satisfeita com as nossas escolhas de luminárias, acho que conseguimos um resultado bonito e leve por um preço bem razoável. Agora estou curiosa para ver o resultado da iluminação à noite.

O que vocês acharam do resultado? Eu e o Léo somos muito perdidos com decoração, então aceitamos dicas! O próximo passo é decidir as cores das tintas. Eu mudo muito de ideia e já tive quarto branco, rosa, amarelo, camurça e lilás (atualmente). Vamos ver no que vai dar 🙂

Beijos!