Continuando o relato sobre a nossa lua de mel na Itália…

Depois de conhecer a Última Ceia, fomos até o Castello Sforzesco, uma construção enorme e bem preservada. Descansamos um pouco e tiramos muitas fotos. O castelo fica dentro do parque Sempione, que vale muito uma visita.

lua-de-mel-na-europa

Caminhamos até o final do parque e pegamos o bonde elétrico rumo ao Duomo. Demoramos a entender como comprar a passagem do bonde, então aí vai a dica: qualquer bar/café/tabacaria vende. A parada do bonde era bem sinalizada, tinha um painel mostrando quanto tempo faltava para a nossa linha chegar. Já no Duomo, entramos para conhecer a igreja por dentro e partimos para uma visita que eu queria muito fazer: conhecer o terraço! Você pode subir pela escada por 8 euros, mas a preguiça era maior e optamos pelo elevador por 13 euros. Os seguranças dera uma olhada rápida nas bolsas e logo pegamos o elevador. A vista lá de cima é maravilhosa, mas a melhor parte é ver de perto alguns detalhes do prédio. Você consegue caminhar por uma boa parte do terraço, adorei a experiência.

lua-de-mel

Seguimos uma dica de vários blogs e fomos atrás do Luini, uma espécie de padaria mega concorrida. Nas duas vezes em que estivemos lá, tinha fila na porta. Eles vendem mil coisas, mas a especialidade é o panzerotti. Pedimos o tradicional, de ‘mozzarella e pomodoro’, mas são muitos sabores. É uma massa de pão recheada e frita, não tem como dar errado :).

Vi na internet fotos da igreja San Bernardino alle Ossa, perto do Duomo, e fiquei curiosa pra conhecer. Péssima ideia…hahahaha. A igreja tem uma espécie de capela com as paredes cobertas por ossos ¬¬. Me senti mal logo que entrei e não tirei fotos. Não é mesmo meu estilo de passeio, mas tem quem goste :p.

Depois caminhamos até a Pinacoteca di Brera. O caminho é longo para ir a pé, mas eu gosto de ver as ruas e lojas. Não entramos no museu, ficamos só conhecendo os arredores. Procurei até encontrar o Ristorante Toscano al Pozzo (Via S. Carpoforo,  7), que serve um menu completo por 10 euros! Peguei a dica no blog Milão nas Mãos. Queríamos jantar mais tarde, então pulamos o restaurante e fomos atrás da sorveteria Amorino (Via Fiori Chiari, 9), também recomendada. Foi o primeiro de muitos sorvetes deliciosos da viagem!

No dia seguinte pegamos o trem rumo a Roma! É uma cidade que eu adoro e estava louca para mostrar para o Leo. Saímos da estação Termini e deixamos as malas no Mercure Piazza Bologna, outro hotel confortável em área residencial. Tivemos boas surpresas por ali :).

Sem perder tempo, pegamos o metrô até o Coliseu (tem uma estação bem em frente). Quando você sai da estação, não tem como não ficar impactado com aquela imagem. Como pode um lugar tão antigo ainda ter condições de receber milhares de pessoas por dia? É surreal! Pagaríamos para entrar mesmo que custasse o dobro do preço. Felizmente, são 12 euros por pessoa para visitar o Coliseu, o Palatino e o Fórum Romano.

lua-de-mel-na-europa

Leo ficou alucinado com o Fórum Romano, foi difícil tirá-lo de lá! Queria conhecer a Piazza del Campidoglio, que não entrou no roteiro das últimas viagens. A escadaria é linda, mas estava acontecendo um protesto no meio da praça e não pudemos circular muito. Acho muito tranquilo caminhar em Roma, então pulamos o táxi/ônibus e fomos andando pela Via del Corso (bem movimentada, muitas lojas) até a Fontana di Trevi. Esse, pra mim, é um dos lugares mais lindos do mundo. Antes da viagem já sabíamos que ela estava em obras, então fomos com expectativa zero. Ela estava seca e quase toda coberta, não deu pra ver muito :(. Pra salvar o passeio, só uma paradinha para o combo pizza+sorvete!

Tivemos a ideia “genial” de andar até Trastevere, um bairro com vários restaurantes tradicionais. Eu tinha a indicação de um, o Da Enzo al 29 (via dei Vascellari 2), e cismei que nosso jantar seria lá. Depois de uma bela caminhada, fila na porta….hahahahha! A espera valeu muito, adorei o restaurante. É uma micro trattoria, então enche fácil mesmo. As massas e o vinho estavam incríveis. No meio do jantar, percebi que o tiramisú estava acabando e não pensei duas vezes: pedi a sobremesa antes de acabar o prato principal! Que delícia de doce! Ainda não achei um tão bom em Brasília, só um similar aqui.

 

Não sobrou nadinha do carbonara :)
Destruindo o carbonara depois de hoooras caminhando 🙂

Nosso limite de caminhada seria até o próximo ponto de táxi. Assim fizemos e chegamos tranquilos no hotel. Leo ainda foi dar uma volta nas ruas próximas ao Mercure e fez ótimas descobertas.

Nem acredito que fizemos tanta coisa! E ainda falta muito :).

Beijos!

2 comments on “Lua de mel – Milão/Roma”

  1. Olá, adorei seu relato da lua de mel! estou sonhando com a minha e quero muito ir para a Itália! Você ficou quantos dias em Milão? Deu a entender que foram 2 dias, é o suficiente? bjinhos!!

    • Thalita, ficamos dois dias e achei suficiente para conhecer os principais pontos turísticos! Como queríamos visitar outras cidades, tivemos que dividir bem o roteiro. Espero que as dicas te ajudem na viagem! 🙂 Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *