Categoria: Receita

Panquecas para o café | Cozinha Possível

Essa receita de panquecas é infalível e vai dar certo até para quem não tem experiência na cozinha. Faço essas panquecas há anos e elas até já apareceram no blog ano passado. Resolvi gravar o passo a passo em vídeo para mostrar que é moleza virar as panquecas na frigideira e fazer um café da manhã de rainha!

IMG_5517

Ingredientes:

1 xícara de leite
1 ovo
2 colheres de sopa de óleo
gotinhas de essência de baunilha
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de fermento químico em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 xícara de chá de farinha de trigo

Bata todos os líquidos no liquidificador ou no mixer. Acrescente o açúcar, o fermento e o bicarbonato. Vá adicionando a farinha aos poucos. Aí é só levar para a frigideira em fogo baixo. Quando a panqueca encher de bolhas, é hora de virar.

panquecas

Eu gosto de fazer uma pilha de panquecas no prato e comer com manteiga, mel ou frutas. Ou tudo isso misturado. Você também pode servir com banana, melado de cana, calda de chocolate ou o que preferir. Seu café da manhã está garantido com essa receita de panquecas.

panquecas

O passo a passo completo está no canal no Youtube, é só clicar abaixo para assistir:

 

Beijos!

Cottage caseiro

Nesse fim de semana resolvi gravar uma receita simples, mas que me ajuda demais a economizar nas compras! Faço um cottage caseiro que aprendi no Panelaterapia e já apareceu aqui no blog há um bom tempo. É um substituto incrível para cottage, requeijão ou ricota industrializados. O preço sai bem em conta e o sabor fica do seu jeito: é só variar os temperos.

O cottage caseiro é mais uma técnica do que uma receita, de tão simples que é. Ele fica pronto em alguns minutos e depois é só guardar em um pote na geladeira. Fica perfeito no café da manhã ou como base para uma pastinha de ervas ou tomate seco! Funciona bem como recheio de sanduíches, para quem não é fã de carnes, como eu. Em vez de usar presunto ou outro embutido, recheio o pão com bastante cottage e tomate. Muito mais gostoso e saudável que os lanches vendidos na lanchonete do trabalho!

E ainda tem a vantagem do preço! Fico horrorizada com o preço de um pote de requeijão em alguns mercados da minha cidade. Se for para comprar o cottage pronto, então, nem se fala! Vejo requeijão de 6, 7 e até 8 reais. E é um produto que acaba rapidinho, tenho sempre que repor. Enquanto isso, um litro de leite custa de R$ 2,50 a R$ 3 e rende uma boa quantidade de cottage caseiro.

Faça o teste dessa receita e depois me conta se o seu cottage caseiro não ficou muuuito mais gostoso que o do supermercado!

cottage-caseiro

Beijos!

Receita de cottage caseiro

Lá no comecinho do blog, no ano passado, eu dei aqui a receita do queijo cottage caseiro, que uso como substituto do requeijão no café da manhã. Resolvi gravar um vídeo mostrando com detalhes essa receita facílima para dividir com vocês.

São apenas dois ingredientes: leite e vinagre. Você varia o gosto do cottage acrescentando seus temperos preferidos. Eu gosto de usar apenas orégano, sal e azeite. Mas você pode colocar pimenta, páprica, alecrim, salsinha, cebolinha ou o que quiser.

E não preciso nem falar na economia, né? Um pote de requeijão aqui em Brasília pode custar até R$7! Um litro de leite custa menos da metade e rende uma boa quantidade.

Assista ao vídeo para aprender o truque desse cottage caseiro mega simples de fazer:

Beijos!

Como aproveitar folhas e talos

Desde que nos mudamos para o apartamento novo e eu comecei a cozinhar com mais frequência, percebi como desperdiçava os alimentos. De tudo que chegava da feira, boa parte ia para o lixo: talos, folhas e cascas ficavam de fora das receitas e eram desperdiçados.

Ninguém gosta de ver o dinheiro indo pelo ralo, então passei a prestar mais atenção aos alimentos para entender como aproveitá-los ao máximo. Até agora, encontrei soluções boas para cenoura, brócolis e espinafre. Ainda sofro com as frutas, mas esse é o próximo passo! Hoje quero dividir com vocês dicas de como aproveitar folhas e talos. Todas foram testadas e aprovadas por mim, então pode confiar 🙂

Cenoura
Em vários mercadinhos orgânicos aqui da minha cidade, a cenoura é vendida com a folhagem. O vendedor costuma perguntar se você quer levar com ou sem as folhas, e um dia decidi levar tudo para aproveitar as folhas de alguma forma. O gosto da folha de cenoura é bem marcante e pensei que daria um bom tempero. Fiz o teste no caldo de frango e agora só faço assim! Geralmente compro um peito de frango inteiro, com o osso, e coloco para cozinhar na pressão coberto de água. Para o caldo não ficar sem graça, complemento esse cozido com as folhas da cenoura (que costumo guardar no freezer também), uma cebola picada e outros temperos que eu tiver no dia. Depois que o frango sai da pressão, você tem um caldo delicioso para congelar e usar em risotos ou sopas.

como-aproveitar-folhas-e-talos

Espinafre
Gosto de muitas receitas que levam as folhas do espinafre, mas sempre ficava na dúvida sobre o que fazer com os talos. Comecei a usá-los para dar um up na água do arroz. Depois de tirar as folhas, corto os talos em pedaços e coloco em uma panela com água. Deixo ferver por alguns minutos, até que a água fique verdinha. Dá para usar na hora ou congelar em saquinhos de plástico para os próximos dias. Refogo a cebola e o arroz normalmente, e uso a água do espinafre para cozinhar. Para mim, o arroz não fica com gosto e mal dá para perceber que foi cozido com a água do espinafre.

Brócolis
Você também ama um arroz de brócolis? Eu adoro e encontrei um jeitinho de fazer o brócolis render muito mais. Antes, eu picava as flores junto com um pouco do caule para fazer o arroz e descartava as folhas. Agora faço o seguinte: tiro as flores para fazer salada no pote (Aprenda a fazer aqui) ou assar no vapor para acompanhar algum prato no almoço. Junto o caule e as folhas e congelo se não for usar naquele dia. Para fazer o arroz, pico tudo bem pequeno. O gosto do caule e das folhas é exatamente o mesmo das flores, a parte “nobre” do brócolis. O arroz fica muito gostoso, nem dá para perceber que foi feito com os pedaços que muita gente joga fora.

Meu próximo passo será aprender a aproveitar cascas de frutas, que morro de dó de jogar fora. Já li algumas coisas sobre a farinha da casca do maracujá, fruta que uso muito lá em casa e só aproveito o miolo. Se vocês tiverem alguma dica para aproveitar melhor legumes e frutas, por favor, me contem aqui! Estou animada para reduzir o lixo e aproveitar melhor as minhas compras. Afinal, fazer feira não está nada barato!

Beijos!

Frango na Air Fryer

Sempre desconfiei da air fryer, aquela fritadeira elétrica sem óleo. Achava impossível fritar qualquer coisa com ar quente e não pensava em comprar o aparelho, tanto que ele nem entrou na lista de casamento. Até que minha mãe ganhou uma. Arrisquei uma batata frita congelada e deu certo. Tentei fazer batata doce cortada em palito em casa, e o resultado foi ótimo. Evoluí para o pão de queijo congelado e, hummm, maravilhoso!

Abandonei qualquer preconceito e parti para novos experimentos na air fryer. Gente, tudo fica ótimo! Minha animação foi tanta que acabei ganhando uma igual a da minha mãe, a Mondial com interior de inox. Aí pensei: vou testar essa panela com a fritura mais trash possível. O eleito foi o frango a passarinho, prato que eu nunca teria coragem de fazer em casa. Comprei uma embalagem de frango já temperado e coloquei na panela.

Deixei 15 minutos na temperatura máxima (200o), virei os pedaços e deixei mais 10 minutos. Aqui ele já está pronto para comer, mas eu gosto de um frango beeem torradinho e a ideia era descobrir até onde a air fryer iria. Deixei mais 5 minutos, e olha o resultado:

frango-na-air-fryer

Que delícia, gente! Provei um mini pedaço dessa pele crocante (já passei dos 30, né?) e espremi bastante limão, do jeito que eu gosto. Sucesso total no jantar!

No sábado encontrei no supermercado aquele saco de frango congelado com os pedaços soltos, sabe como é? Não precisa tirar tudo para descongelar, você pega só os pedaços que for comer. Como agora somos só dois em todas as refeições, achei uma ideia bem prática. Repeti a receita do frango na air fryer acompanhado de batata doce (também “frita”) e salada. A batata doce também é muito fácil: é só descascar as batatas, cortar em palitos e temperar com sal, pimenta, alecrim e um fio de óleo. Em 15 minutos, ela está pronta.

Comentei com vocês que ainda não temos gás de cozinha no prédio, então temos que preparar as refeições com os equipamentos elétricos: fritadeira, panela de pressão, micro-ondas e forninho. Com essa limitação do gás, vou testar várias receitas novas na fritadeira e conto para vocês o resultado.

Se alguém tiver uma receita boa de air fryer, deixa aqui nos comentários! Vai ser muito útil pra mim 🙂

Beijos!

3 dicas imperdíveis para micro-ondas

Hoje acordei faminta e morrendo de preguiça de preparar um café da manhã digno. Nessas horas, só penso em uma coisa: ovo no micro-ondas (taí uma palavra que ficou feia com a nova ortografia). Comendo o meu ovinho com torrada, lembrei que muita gente se surpreende quando conto que preparo muita coisa boa no micro-ondas.

Nunca assei nada muito elaborado no micro, mas tenho algumas dicas de comidinhas rápidas e preguiçosas que gostaria de dividir com vocês. É claro que não fica igual uma comida preparada no fogão, mas só o fato de não sujar panelas já me alegra muito. Basicamente todos os recipientes que aguentam o micro podem ir ir para a lava-louças. Comida rápida e sem louça para lavar é a melhor coisa do mundo.

Então vamos às dicas:

Ovo “frito”
Vamos colocar mais aspas nesse “””frito”””, porque nada pode ser considerado frito sem óleo envolvido. Por falta de uma palavra que descreva melhor a situação desse ovo super prático, ficamos com frito. Pego um potinho de vidro (que suporte micro-ondas, claro) e quebro o ovo dentro. Coloco sal e pimenta e #partiumicro-ondas. Mas cuidado: ovos explodem, então você precisa cobrir o pote. Use uma folha de papel-toalha ou guardanapo para cobrir o pote (isso também funciona para cobrir o prato quando vai esquentar a comida). Deixo 30 segundos, abro e vejo como ficou. Depois coloco mais 20 ou 30 segundo. Coloco o pão na torradeira e pronto! Café da manhã gostoso e sem óleo. Se você bater o ovo com um garfo, vira ovo mexido e cresce tipo suflê. Bom também!

Pipoca de verdade
Já pararam de comprar aqueles sacos horrorosos de pipoca temperada para micro-ondas? Com o valor de um daqueles você compra um saco inteiro de milho e tem pipoca para o mês todo. E sem sujar panela! Eu uso um pote alto de vidro e cubro o fundo com milho. Coloque um fio de óleo ou água e e cubra com papel filme ou com aquela tampa de plástico para micro-ondas (é o que eu uso). Deixo por 4 minutos, mas isso vai depender do seu aparelho. Como no próprio pote de vidro, que também vai ao micro! Ou seja, não precisa sujar nada. Uma amiga tentou fazer essa pipoca em um pote de plástico e quase pegou fogo. Tome cuidado!

Bacon
Esse eu não faço tanto quanto gostaria, mas é uma ótima dica para evitar sujeira na cozinha. Quando você precisar de bacon frito para um carbonara, quiche, ou qualquer outra receita, tente fazer no micro. Faz zero bagunça! Em um prato resistente coloque duas folhas de papel toalha e distribua as fatias de bacon. Cubra com mais duas folhas de papel e coloque no micro-ondas. Vá de minuto em minuto, abrindo para ver a situação. Juro que dá para torrar o bacon lá dentro, então vá com calma. A mesma lógica funciona com aquela linguiça fininha defumada, já fiz muitas vezes.

Essas dicas sempre quebram o maior galho lá em casa e espero que sejam úteis para vocês 🙂

Beijos!

Sobremesa de Natal: trufa de chocotone

Novembro nem chegou ao fim e eu já comi mais chocotones do que deveria. Tenho pavor das frutinhas do panetone, mas amo a massa com chocolate! Esses dias estava comendo (mais) uma fatia e lembrei de um docinho maravilhoso que fiz em 2013 nessa mesma época. É uma sobremesa de Natal fácil e deliciosa: trufa de chocotone!

Resgatei a receita e fiz nesse fim de semana. Uma receita rende várias trufas, mas acordei hoje e não encontrei mais nenhuma. Ou seja: ficou mára! Essa sobremesa de Natal é perfeita para quem não tem muitos dotes culinários, mas precisa levar uma contribuição no jantar do dia 24 ou almoço de 25. É garantida, não tem como dar errado!

Clique na primeira imagem para conferir o passo a passo completo em vídeo:

sobremesa-de-natal

sobremesa-de-natal

sobremesa-de-natal

Ingredientes:

400g de chocolate branco
200g de creme de leite (uma caixinha)
120g de chocotone (uma fatia grossa)
cacau para cobrir

Pode parecer pouco chocotone, mas garanto que o gosto dele fica bem marcado! Ah, e não precisa usar um chocotone caro nessa sobremesa de Natal. Eu usei um feito pelo Pão de Açúcar que é muito gostoso! Também sou fã do Tommy, que é um dos mais baratinhos do supermercado. Gosto desses bem tradicionais, sem recheios diferentes ou cobertura.

Se você fizer essa sobremesa de Natal, me conte como ficou! Deixe sua opinião ou dica nos comentários, eu vou adorar saber o que vocês acharam.

Beijos!

Brigadeiro de limão siciliano

Amo brigadeiro caseiro feito com a receita mais tradicional possível: leite condensado+achocolatado+margarina. Mas resolvi testar uma variação do doce e troquei o chocolate por limão siciliano. Virou um brigadeiro de limão maravilhoso! Para quem não gosta de sobremesa muito doce, é uma ótima ideia. Gravei a receita completa:

miniatura

Ingredientes:

  • 1 lata/caixa de leite condensado
  • 1 colher de margarina
  • 1 limão (usei siciliano, mas você pode colocar qualquer um)

Gosto de fazer no microondas porque não suja panela, mas você pode cozinhar no fogão normalmente. Misturei o leite condensado com a margarina e levei ao microondas, parando de 30 em 30 segundos para mexer. Quando o brigadeiro fica muito quente, ferve e pode transbordar da vasilha, por isso tome vá parando aos poucos.

Ralei as raspinhas de todo o limão e usei a metade para tirar o suco. Na hora de misturar o suco com o leite condensado, tem o risco de talhar. Você pode esperar o leite condensado esfriar e dar uma amornada no suco de limão, no próprio microondas.

Eu ainda voltei com a mistura para o microondas porque queria chegar no ponto de enrolar. Reparei que a textura mudou, então recomendo que você dê o ponto no leite condensado antes de misturar o suco e as raspas. Mas fica a critério do chef!

Enrolei o brigadeiro de limão e passei no confeito branco. O meu ficou bem azedinho, do jeito que eu gosto :). Espero que vocês gostem do vídeo!

Beijos!

Pão pizza

Essa receita de pão pizza quebra o maior galho quando a preguiça chega aqui em casa. No feriado, estava com zero vontade de cozinhar e lembrei dessa delícia! Os mais tradicionais não vão aceitar que isso seja uma pizza, mas é mil vezes mais fácil que sovar a massa e preparar tudo.

Assim como em uma pizza comum, você pode variar nos recheios. A situação estava tão complicada nesse dia que só conseguimos pensar em queijo+orégano :p . Mas dá para colocar frango desfiado, requeijão, tomate, rúcula, o que você preferir. O preparo é rápido, mas tem uma dica importante. Você vai precisar de:

pão-pizza

O pão italiano tem a casca bem crocante, o que ajuda a imitar a textura da pizza. Você pode tentar com outros tipos de pão, só tenta usar algum mais durinho por fora. A dica é cortar o pão ao meio e amassar com um rolo. Gosto de deixar bem compacto, fica bem parecido com aquelas pizzas de massa mais grossa, sabe?

pizza-no-pao

Aí é só colocar molho, queijo, orégano e o recheio escolhido. Eu não gosto de queijo na pizza (oi?), então coloco só um pouquinho e compenso com o molho. Coloque no forno por uns 15 minutos, até dourar. A minha nunca fica bonita porque tem pouco queijo. Tenho certeza que a de vocês vai ficar linda!

pizza-de-pao

Esse pão pizza é um quebra-galho para te salvar em dias de pouca criatividade ou muita preguiça. Eu adoro! Faça um teste e me conte aqui como ficou 🙂

Beijos!

Receitas de Halloween

Adoro festas de Halloween, podem me convidar para todas! Morro de dúvidas na hora de escolher a fantasia, mas tenho muitas ideias de receitas e decorações. Gravei algumas dicas de doces para enfeitar a mesa da sua festa. Tentei usar ingredientes bem fáceis de encontrar. São comidas engraçadinhas e gostosas para acompanhar o tema de terror da festa.

Espero que vocês gostem!

receitas-para-halloween

Beijos!