Terrário de suculentas

Temos moradores novos no apartamento! No último fim de semana, o Leo resolveu montar um terrário de suculentas para decorar a sala e eu adorei o resultado. Compartilhei no insta stories e vocês adoraram a ideia, então vou dar mais detalhes do processo. É muito simples e não sai caro!

Fomos em uma loja de plantas perto de casa em busca dos materiais. A primeira etapa é escolher o vaso onde o terrário será montado. Escolhemos um de vidro para que a terra ficasse aparente, um efeito que acho lindo. Dá para montar o terrário em um aquário, ou qualquer recipiente que você goste. O nosso custou R$ 19.

Em lojas de plantas, você encontra uma infinidade de tipos de suculentas. Gosto muito da ideia de misturar plantas diferentes no mesmo terrário, e foi o que fizemos. Escolhemos quatro tipos, mas a quantidade vai de acordo com o tamanho do seu recipiente. Elas custaram entre R$ 3 e R$ 4. Levamos ainda um saco de argila expandida (R$ 9).

No fundo do vaso de vidro, colocamos uma camada das bolinhas de argila. O papel delas aqui é deixar a água escorrer, e não acumular no fundo do vidro. Depois colocamos uma camada de terra. O Leo colocou algumas bolinhas ao redor do vidro também.

Tirar as suculentas do vasinho original é fácil: vire o potinho com cuidado e vá apertando as laterais até que a planta saia com toda a raiz. Aí é só posicionar as suculentas no vaso e completar com terra. Você pode decorar com pedrinhas brancas ou musgo, mas o Leo preferiu deixar como estava.

A manutenção do terrário promete ser muito tranquila. Já temos algumas suculentas em casa e elas vivem muito bem com água uma vez na semana, e só! A nossa varanda não pega sol direto, então as plantas ficam só com a luminosidade. Várias plantas já morreram lá em casa por conta da falta de sol, mas as suculentas resistem bravamente.

Espero que tenham gostado do resultado 🙂 Agora o terrário mora no rack, ao lado da TV.

Beijos!

 

Filtro Vitale Lorenzetti

Uma das minhas maiores dúvidas na escolha dos equipamentos da cozinha foi o filtro de água. Excluí de cara a possibilidade de usar galão de água mineral, porque não acho prático ter que comprar e trocar o galão com frequência. Decidi que colocaria um filtro de parede, mas me deparei com inúmeros modelos na internet.

Muitos filtros têm a função de gelar água, mas costumam ser grandes. Eu queria instalar o meu na saída de água perto da pia, e não podia perder muito espaço ali. E já tinha comprado uma geladeira com dispenser de água gelada, imaginei que seria suficiente. Com a certeza de que queria um filtro simples, de água natural, fui pesquisar as opções.

Encontrei modelos lindos, super modernos, mas logo vi que o filtro interno de algumas marcas é MUITO caro. Chegava a 50% do valor do equipamento em alguns casos. Outros eram difíceis de encontrar em lojas tradicionais, só poderia comprar pela internet.

Deixei a parte estética um pouco de lado e parti para os modelos tradicionais. Encontrei o Vitale, da Lorenzetti, que pode ser encontrado em supermercados e lojas de utilidades domésticas. Ele é bem acessível e o filtro eu encontro por R$ 35 aqui em Brasília.

Gosto bastante do Vitale: é fácil de limpar, não ocupa muito espaço nem polui a cozinha visualmente. A água sai com uma pressão legal e ele não fica pingando depois de fechado, o que é um pecado em tempos de racionamento de água.

Estou com ele há 1 ano (faço aniversário de mudança no domingo <3 ) e muito satisfeita com a compra! Para quem busca um filtro simples, prático e que não precisa de energia elétrica, o Vitale é uma ótima opção. A Lorenzetti tem outros modelos que também podem ser encontrados em supermercados.

Tentei fazer uma foto com a água correndo para dar uma noção do jato. Moro em andar alto e talvez tenha alguma relação com a pressão da água…não sei se é diferente para quem mora em casa!

Ah, só me arrependi de não ter seguido um conselho do meu pai na época! O filtro já vem com a mangueira e esse acabamento cromado para a saída de água. Meu pai sugeriu que eu comprasse um acabamento com torneira, para fechar a passagem da água quando precisasse trocar a parte interna do filtro. Não segui a dica e tenho que fechar a água da cozinha toda :/ Nada grave, mas com certeza a torneirinha ajudaria.

Se tiver alguma dúvida sobre o filtro, é só perguntar!

Beijos

5 preparos diferentes na Airfryer

Sou fã declarada da air fryer, a famosa fritadeira sem óleo, uso a minha praticamente todos os dias. Ela é vendida com a promessa de fazer frituras, mas aprendi que é possível fazer muitas outras receitas. Aqui em casa é assim: tudo que poderia ir ao forno, eu texto na air fryer. E quase sempre funciona! Hoje em dia fazemos praticamente todas as carnes na máquina. Filé de frango, carne vermelha, carne de porco, asinha, linguiça, coração, e o que mais aparecer.

A minha air fryer é da Mondial, modelo AF-01. Gosto muito porque ela é toda de inox por dentro, o que facilita a limpeza. A cesta é toda em teflon e um pouco difícil de limpar por conta das fretas nas laterais. Para não danificar o teflon, eu lavo sempre com aquelas esponjas que não riscam. Se ela estiver muito suja (após o preparo de carnes gordurosas, geralmente), deixo de molho com detergente e água quente.

Sei que a air fryer passou a ser essencial na minha rotina de cozinha nesse último ano e, nesse tempo, testei vários preparos rápidos nela. Mostrei em vídeo como faço 5 lanches rápidos e deliciosos! Logo abaixo está a descrição completa dos preparos.

Torradas:

Pode usar qualquer tipo de pão fatiado. Deixei na potência máxima (200 graus) por 3 minutos e abra a cesta. Se precisar, deixe mais 1 ou 2 minutos.

Pão de queijo:

Já testei várias marcas de pão de queijo pronto congelado e sempre deu certo. Ainda não fiz uma receita caseira para testar. O congelado eu coloco a 180 graus por 10 minutos e abro a cesta. Se estiver muito clarinho, deixo mais 3 minutos.

Pastel:

Use a massa pronta de sua preferência. Eu usei queijo e orégano para o recheio, mas as opções são infinitas: creme de frango, requeijão com milho, doce de leite, carne, etc. Feche o pastel com um garfo e espalhe uma gota de óleo na massa. Ligue a máquina por 5 minutos a 200 graus.

Amendoim:

Misture meio saco de amendoim com casca (250 gramas) com 1 colher de sopa de óleo e 1 colher de sopa de água. Acrescente os temperos de sua preferência. Eu usei sal, páprica picante, curry e lemon pepper. Misture tudo e coloque na cesta a 200 graus por 15 minutos. No caso do amendoim, é muito importante abrir a cesta e mexer bem pelo menos 3 vezes durante esse tempo. Se você deixar 15 minutos direto sem abrir, o amendoim do canto vai torrar e o do meio continuará cru.

Bolinho de banana:

Bata no liquidificador 1 banana, 1 ovo, 1 colher de sopa de farinha de trigo, 1 colher de sopa de farinha de amêndoas, 1 colher e meia de sopa de óleo, 1 pitada de canela, extrato de baunilha a gosto, 1 colher de sopa de açúcar e meia colher de chá de fermento. Depois é só colocar nas fôrmas de silicone, que aguentam a air fryer tranquilamente. Você pode usar uma fôrma maior, xícara ou outro recipiente que vá ao fogo. Assei a 160 graus por 10 minutos.

Beijoa!

 

Tour pelo apartamento

No último domingo, o canal completou 20 mil inscritos e a comemoração começou em grande estilo! Fiz um tour pelo apartamento, mostrando de perto todos os cômodos. Desde o planejamento da reforma, nossa ideia era fazer uma decoração simples e prática aproveitando o máximo dos materiais deixados pela construtora. Afinal, nosso orçamento era baixo e não poderíamos fazer grandes alterações.

Aproveitamos o piso, o gesso do teto e boa parte dos revestimentos da cozinha e dos banheiros. Não tiramos nenhuma parede do lugar e a planta original foi mantida. A iluminação mudou bastante com a instalação de spots e pendentes. O resultado é uma decoração leve e com poucos elementos, do jeito que eu gosto! Ainda queremos mudar alguns cantos da casa, mas é aquela coisa: decoração nunca tem fim, né? ?:)

Separei algumas fotos e, no fim, deixo o tour pelo apartamento para vocês conferirem.

tour pelo apartamento

O sofá tem 1,90m de comprimento, e é um intermediário entre os de 2 e 3 lugares. Como a sala é pequena, mandei fazer o sofá do tamanho exato para não perder espaço. Um modelo convencional de três lugares não caberia nessa parede, e os de dois lugares que encontrei ficariam pequenos. Minha dica é fazer orçamentos em lojas de móveis que adaptem os modelos ao tamanho que você precisa.

A sala de jantar tem essa mesa da TokStok que eu adoro. A loja também vende o tampo de vidro, mas saiu bem mais barato mandar fazer em uma vidraçaria. As cadeiras são da Mobly, na cor fendi. Reparem que elas são mais baixas que as cadeiras de jantar tradicionais. Eu já me acostumei, mas pode fazer a diferença para quem está planejando a sala. Temos ainda dois banquinhos de madeira, em azul e amarelo. São da Tramontina e foram comprados na Etna. 

Beijos!

Mini tarefas para organizar a casa toda

Feliz 2017!! Passei o mês de dezembro longe do blog (mas sempre presente no canal do Youtube, se inscreve lá). Mas comecei o ano muito animada em trazer novos conteúdos para cá e conto com a companhia de vocês nesse 2017 🙂

Acredito que muitos de vocês incluíram nas metas de fim de ano organizar de vez a casa. É um objetivo incrível, mas entendo que você se assuste só de pensar em lidar com toda a bagunça acumulada ao longo dos anos. Pensando nisso, me cadastrei no desafio de janeiro do Apartment Therapy, um blog maravilhoso com muitas dicas de casa e organização.

Funciona assim: todos os dias, eles mandam um e-mail com a tarefa do dia. É uma maneira simples de colocar a casa em ordem aos poucos, sem a loucura de tirar tudo do lugar de uma só vez. Você também pode se inscrever e começar a participar!

O desafio da primeira segunda-feira de 2017 é simples e muito eficiente! Escolha qualquer gaveta: pode ser de meias, calcinhas, banheiro, escritório, etc. Tire tudo aquilo que deve ir para o lixo e separe o que pode ser doado. Também é importante tirar objetos que não pertencem àquela gaveta (cada coisa deve ter seu lugar dentro de casa, lembram?).

Com a gaveta vazia, limpe o fundo e as laterais com um paninho. Recomendo limpar MDF com a mistura caseira que eu sempre uso lá em casa. Depois é só organizar os objetos de volta, e pronto! Em poucos minutos, você tem uma gaveta organizada.

Depois de ver como é simples arrumar uma gaveta, garanto que você vai se animar com a tarefa! Na próxima semana, escolha mais uma gaveta, e vá repetindo o processo sem pressa. O resultado é imediato e nos estimula a ir em frente 🙂

Hoje vou atacar a minha gaveta de meias e peças íntimas! Assim que chegar do trabalho, quero dar uma revisada nas peças. Mesmo destralhando com frequência, é incrível como acumulamos peças antigas ou que não usamos mais. E você, vai começar por qual gaveta?

Beijos!

 

Lista de casamento pronta

A lista de casamento é um desafio para a maioria das noivas, e não foi diferente para mim. Me casei em 2015 e fiquei bem perdida depois de ver tantas opções diferentes de listas em sites e lojas. Meu apartamento é pequeno e eu não teria espaço para guardar tudo que as listas sugeriam. Além disso, queria evitar exageros e pedir apenas itens que fariam parte do meu dia a dia.

Depois de um ano, tenho uma noção melhor do que realmente foi útil na casa nova e dos excessos que cometi. Já mostrei algumas peças lá no canal, e muitas meninas pediram que eu fizesse uma lista completa do que acho essencial pedir. Essa lista de casamento pronta é baseada nos meus costumes e experiências, e está totalmente aberta às suas adaptações. Defini as quantidades pensando em um casal que gosta de receber vez ou outra (meu caso!). Se vocês moram com outras pessoas ou costumam fazer muitos eventos, é só mudar as quantidades.

Não coloquei sofá, TV, cama e outros persentes mais caros, porque isso varia muito com o tamanho da casa e o estilo de decoração de cada um. Tentei selecionar os itens realmente básicos que vão fazer diferença no seu dia a dia!

Baixe a lista de casamento pronta que eu montei para vocês!

Dicas para uma lista de casamento sem erros:

  • Pense no espaço que você terá para guardar os itens na casa nova. Não adianta ter vários jogos de pratos e taças sem um lugar adequado para armazená-los.
  • Escolha os eletrodomésticos de acordo com a disposição da cozinha. Cheque as medidas de cada produto antes de colocar na lista para ter certeza que ele caberá no espaço que você imagina.
  • Se você está na dúvida sobre um item, deixe de fora da lista. Com o passar do tempo na casa nova, você poderá avaliar melhor se ele é mesmo necessário.
  • Cuidado com artigos “temáticos” ou de uso muito específico, como faqueiro para pizza, jogo de fondue só de chocolate, etc. O risco de não usar é muito grande!
  • Escolha as peças principais (pratos rasos, copos, taças) em modelos básicos e deixe as cores e estampas para itens que usamos menos. Assim, você tem mais opções de combinações com toalhas e guardanapos.
  • É importante procurar bons preços, mas não abra mão da qualidade em itens de casa. Um ótimo faqueiro vai durar a vida toda!

lista-de-casamento-prontalista-de-casamento-pronta

Beijos!

Decoração de Natal feita em casa

Esse vai ser o meu primeiro Natal no apartamento, por isso veio a vontade de montar uma decoração diferente. Há algumas semanas, fui a uma rua de comércio bem tradicional aqui de Brasília em busca de itens de decoração, sem muita ideia do que faria em casa. Me assustei com os preços de árvores, guirlanda e outros enfeites natalinos, então resolvi fazer algo mais simples e barato por conta própria. Comprei alguns materiais e acionei o Pinterest em busca de ideias criativas!

Para uma primeira vez, gostei muito do resultado! Nos próximos anos, quero incrementar essa decoração com novos enfeites. Acho que vou conseguir preços melhores nas liquidações pós-festas! Mesmo assim, pretendo manter a simplicidade na decoração dos próximos Natais. Tenho pouco espaço para armazenar os enfeites, não posso exagerar.

decoração-de-natal

img_6065 img_6050

Comprei o pisca-pisca de LED branco por R$ 13 e acrescentei corações de papel para decorar. Escolhi usar só vermelho e branco nessa decoração, sem o tradicional verde das árvores. Mostrei no vídeo o passo a passo para fazer os corações, confira no final do post. O molde do coração eu encontrei no site Minieco. Também mostro no vídeo a estrutura de madeira dessa árvore minimalista, que pode ser decorada com o enfeite que você preferir!

img_6051

A toalha é o item mais “natalino” da casa, com estampa de árvores e centro vermelho. Foi presente da minha vó e certamente será muito usada neste mês 🙂 Os bowls de rena também foram presente e vou usar como suporte para velas por enquanto. Se alguém for almoçar ou jantar lá em casa nesse período, com certeza vou usá-los para servir petiscos. A peça de vidro eu enchi de pompons de lã e pérolas nas cores escolhidas.

img_6055

Gostaram do resultado? Ficou simples e delicado, como eu imaginava 🙂


Beijos!

Triturador de alimentos

Fiz a avaliação de mais um eletrodoméstico lá de casa, e o escolhido da vez foi o triturador de alimentos! Esse equipamento ainda não é tão popular por aqui, mas já pode ser encontrado com facilidade em lojas de rede (Leroy Merlin) e de materiais de construção. Ele faz muita diferença da minha rotina na cozinha e colabora na limpeza da pia.

Uso o modelo 55 da InSinkErator há mais ou menos seis meses e estou super satisfeita! No vídeo conto os pontos positivos e negativos, e mostro o triturador de alimentos em funcionamento para quem tem curiosidade de conhecer 🙂

triturador de alimentos img_6026 img_6028

Beijos!

Dia de destralhe no guarda-roupa!

Hoje foi dia de revisar o armário e tirar algumas peças para doação! Fiquei de levar roupas para um bazar de caridade, e imaginei que não teria muito o que dar. Afinal, fiz uma super faxina na época da mudança para o apartamento novo e não comprei quase nada esse ano. Mas parece que as roupas brotam no armário, é impressionante! Quanto mais eu tiro, mais vejo que é possível reduzir.

Muitas de vocês descrevem a sensação de limpar o armário como um alívio para a mente! Eu sinto a mesma coisa, parece que tudo fica mais leve dentro de casa. Dá gosto ver o guarda-roupa livre e organizado, sem aquele tumulto de roupas amassadas 🙂

destralhe-minimalismo

No total, foram 9 peças minhas e 1 do marido. Na foto aparecem 8 minhas, mas depois lembrei de acrescentar uma calça de ginástica que estava na fila para o destralhe! Ainda coloquei na sacola um timer de cozinha em formato de bule. Ele é fofo, mas nunca foi usado! Quando preciso marcar o tempo, prefiro usar o celular.

destralhe

Reconheceram as peças? Algumas delas fizeram parte do desafio Agora Vai, que faço todo mês no Youtube. A blusa de frio azul já passou por lá e eu não consegui desapegar na época. Ela é bonita, mas eu acabo usando 1 ou 2 vezes por ano, no máximo! Por ser de frio, já me restringe a alguns dias de maio e junho, praticamente. Ela é larga e deixa os ombros à mostra, o que exclui o uso no trabalho. Tenho outros casacos mais bonitos e práticos de usar, então essa sempre era a última opção.

A minha intenção com todo esse processo é ter um guarda-roupa enxuto e que me faça feliz. Ou seja, que eu goste de todas as minhas roupas e não tenha nada por apego ou obrigações, do tipo “tá na moda”, ou “um dia vou usar”. Entendi que essa blusa é totalmente dispensável no meu armário e pode ser muito mais útil para outra pessoa. Ah, essa eu também comprei sem provar, um dos meus maiores erros!

A camiseta verde veio do armário da minha irmã por estar bem gasta (carinha de velha, sabe?). Peguei para “usar em casa”, outro erro muito comum que estou tentando evitar. Não acho que faça sentido manter várias roupas velhas e manchadas para ficar em casa. Claro que é bom ter uma ou outra para uma faxina ou trabalho mais pesado, mas em geral gosto de ficar em casa com roupas que me agradam. Não estou dizendo que me arrumo para ficar no sofá, mas prefiro usar roupas “inteiras” para isso. Faz sentido?

img_6006

A saia e a blusa estavam “encostadas” há um tempo na minha lojinha no Enjoei. A blusa eu comprei para usar em uma festa de ano novo (2013/2014) e usei pouquíssimas vezes depois. Ela é linda, mas tem um tecido bem transparente e só consigo usar com uma blusinha por baixo. Aí bate aquele calor só de pensar em sair com duas blusas e eu acabo deixando essa de lado.

A saia veio do armário da minha irmã, que deve ter usado a peça uma ou duas vezes. Ela separou várias roupas para eu colocar na minha lojinha e muitas foram vendidas, mas essa ficou sobrando. Ela é tamanho 36 e um pouco curta, difícil de usar. Vai para o bazar em busca de uma nova dona!

img_6005

E teve também roupa com etiqueta, acreditam? Essa o marido ganhou e nunca usou, ficou esquecida na gaveta. Felizmente, ele não é de comprar muito e sabe escolher bem: só compra o que realmente vai usar. Essa blusa foi uma pena, porque veio de outra cidade e não pudemos trocar.

Colocar essa camisa na sacola de doações me fez lembrar de todas as roupas que eu doei sem nunca terem sido usadas, muitas delas ainda com a etiqueta. É muito dinheiro desperdiçado, fora o tempo perdido indo à loja, provando as peças, etc. Fico feliz quando vejo que isso não acontece há um bom tempo 🙂 Claro que ainda cometo alguns erros nas compras, mas hoje em dia estou bem mais eficiente nesse sentido.

Espero muito que esse destralhe sirva como incentivo para você começar o seu! Esse fim de ano é uma época ideal para colocar a casa em ordem e começar o novo ano com tudo no lugar!

Beijos!

Organização após a maternidade

Esse é um assunto que eu não imaginava colocar tão cedo no canal, mas tive a sorte de conhecer uma pessoa que tem dicas incríveis! A Larissa Sampaio é uma youtuber de Brasília que adora conversar sobre maternidade e a rotina com o Davi, de dois anos. Ela falou sobre a organização da rotina pessoal e da casa depois que virou mãe, e mostrou o que leva na mochila para sair com o Davi. Vocês vão adorar esse papo!

Nós gravamos um vídeo para o canal da Larissa falando um pouco sobre as nossas experiências com a redução do consumo. Descobri que somos muito parecidas nesse aspecto e gostamos de simplificar a vida, mas sem exageros. A Larissa fez um destralhe completo em poucos dias, o que deixou a vida dela muito mais leve! Gostei muito de conhecer essa história, acho que vocês vão gostar também 🙂

Beijos!